Você está em: Home Espírito Santo Dons Espirituais

Dons Espirituais

E-mail Imprimir

estudo_dons

Quando Paulo iniciou o décimo segundo capítulo da carta aos Coríntios, tinha uma preocupação quanto à ignorância dos cristãos daquela cidade sobre os dons espirituais. ?Não quero, irmãos, que sejais ignorantes a respeito dos dons espirituais?. (I Co. 12:1). Ainda hoje a Igreja do Senhor continua em dificuldades a respeito deste assunto tão polêmico. Em algumas igrejas o assunto é esquecido e proibido falar, enquanto em outras , o excesso ultrapassa até o ensino bíblico. Como a carta não foi direcionada a uma pessoa em particular, mas para a igreja de Corinto na sua totalidade, o conhecimento dos dons espirituais faz parte do crescimento espiritual do Corpo de Cristo. Assim como os cincos sentidos do homem ? Olfato, paladar, visão, audição e tato ? o fazem entrar em contato com o mundo ao seu redor, os noves dons espirituais faz o cristão entrar em contado com o mundo espiritual. Uma pessoa sem um dos sentidos é conhecida como ?deficiente físico?, uma igreja sem os dons é conhecida como ?deficiente espiritual?. Paulo faz uma lista de nove dons colocados em três grupos, mas inseparáveis:

1º) Dons de Revelação ou Conhecimento - São três que revelam algo :
a) Dom da Palavra de Sabedoria;
b) Dom da Palavra do Conhecimento;
c) Dom de discernimento de Espíritos.

2º) Dons de Expressão Vocal ou Falar - São três que dizem algo:
a) Dom de Profecia;
b) Dom de variedades de línguas;
c) Dom de interpretações de línguas.

3º) Dons de Realizar ou Poder - São três que fazem algo;
a) Dom da fé;
b) Dom de operações de milagres;
c) Dons de curar. (Não existe o dom da cura). Este dom está no plural.

::DOM DA PALAVRA DE SABEDORIA
Definição: O Espírito Santo revela de modo sobrenatural o plano e qual o propósito de Deus ao individuo para o futuro , através de uma Palavra de sabedoria. É uma palavra somente, e não toda a sabedoria de Deus, pois é impossível para o ser humano ter toda a sabedoria. Devemos entender que não se trata da sabedoria natural que o homem utiliza para o dia a dia, pois essa Tiago 1:5 diz que podemos pedir que Deus dá a todos liberalmente. A Bíblia fala de três tipos de sabedoria : l) Aquela que chamamos de Sabedoria humana para as questões da nossa vida; 2) A sabedoria Satânica usada para o mau e 3) A Sabedoria de Deus que usamos para engrandecer o Criador. De acordo com a Palavra de Deus esse dom atua em conjunto com o dom do conhecimento. (Atos: 9:10-16, 11:28-30; )Sabemos que nos últimos dias o dom da palavra de Sabedoria estará atuando grandemente no seio da Igreja do Senhor.

::DOM DA PALAVRA DO CONHECIMENTO
Definição: É uma revelação sobrenatural do Espírito Santo ao ser humano de fatos e informações que seriam impossíveis de serem conhecidos se não fossem liberados da mente de Deus e pode envolver pessoas, lugares e objetos.É uma palavra de conhecimento do presente ou de alguma coisa do passado que Deus quer revelar, para que seu nome seja engrandecido e glorificado. Observe que é ?palavra?, não todo conhecimento. Deus só quer revelar uma pequena porção, por isso é chamado de ?palavra do conhecimento?. Só Deus possue todo conhecimento e através desse dom traz a luz aos seus filhos aquilo que Ele deseja que saibamos. (Atos 10:9-20; João 4).
Não pode ser confundido com o conhecimento que obtemos através de habilidades naturais, estudos ou experiências, pois é unicamente ?manifestação do Espírito?. (I Co. 12:7).

::DOM DO DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS
Definição: Habilidade conferida pelo Espírito Santo para reconhecer a identidade dos espíritos que estão envolvidos nas atividades terrenas, bons ou maus É um dom que traz clareza a igreja do Senhor, traz a luz as confusões e orienta. Tem como propósito proteger, guardar, guiar e alimentar os Filhos de Deus. (Atos 16:16-18). Hoje estamos passando por manifestações sobrenaturais e muitas vezes o povo de Deus não sabe de onde vem, se de Deus ou do diabo. Nem todo milagre está vindo de Deus pois Satanás também é um espírito sobrenatural. Este dom não é liberado para julgamento do próximo,(Mt. 7:1), nem para achar falhas de caráter nas pessoas, mas unicamente para discernir os espíritos. Não se engane, quem possue esse dom não fica a tentar conhecer as pessoas interiormente. É uma farsa! Este dom é acompanhado pela habilidade divina para resistir aos espíritos e sair vencedor.

::O DOM DA FÉ.
Definição: É a liberação dada pelo Espírito Santo de Deus para que aquele que crê possa receber os milagres em sua vida cristã. Crer em Deus para aquelas causas impossíveis sabendo de antemão que esta é a vontade divina e que a resposta é certa. Para você entender com clareza, precisa saber que a Bíblia fala de quatro tipos de fé. 1) Fé Salvadora ( João 1:12; Ef. 2:8). A fé que nos faz entrar no Reino de Deus. 2) Fé Geral. (Rm. 12:3). Fé que cada servo de Deus possue e pode ser aumentada conforme se alimenta da Palavra de Deus e pratica, receber o Batismo com o Espírito Santo, resposta de oração, cura. Etc...; 3) O fruto da fé (Gl. 5:22,23). A fidelidade é como um fruto que cresce na vida do cristão para colocá-lo num patamar espiritual esperado por Deus para nossas vidas. 4) O Dom da fé (I Co. 12:9). Observe que este dom não é para todos, mas somente para aqueles que o Espírito Santo quer. Podemos dizer que se trata de uma fé especial que Deus concede aos seus para que possam receber milagres. (Gl. 3:5).

::O DOM DA OPERAÇÃO DE MILAGRES.
Definição: É uma intervenção sobrenatural às leis da natureza mediante o Espírito Santo. Sendo o Cristianismo fundamentado unicamente no sobrenatural, podemos acompanhar na Bíblia as manifestações miraculosas através de pessoas que cooperaram com Deus. Sem os milagres a igreja não anuncia um evangelho completo (Hb. 2:4). Os milagres acontecem quando o homem é dirigido pelo Espírito Santo e obediente a vontade divina. Os propósitos dos milagres são para a edificação e fortalecimento da fé, atua na libertação e cuidado do povo de Deus na terra. Assim como Jesus atraia multidões através dos milagres operados, a Igreja do Senhor deve prosseguir da mesma maneira. Os milagres acompanharão aos que crêem. (Mc. 16-15-20).

::OS DONS DE CURAS
Definição: É o único dom que está no plural, pois opera em vários níveis de curas, pois existem vários tipos de doenças e enfermidades. Sempre acompanhado por uma medida do dom da fé e também pelo dom da palavra do conhecimento, os dons de curar é uma habilidade dada pelo Espírito Santo para que o corpo humano seja liberto das enfermidades. Faz parte do evangelho pleno, completo, onde as pessoas são salvas, curadas, libertas, transformadas e passam a desfrutar da vida eterna. A cura pode ser instantânea (Mt;8:3), pode ocorrer também através da comunhão (I Co. 11:27 a 34). Quanto mais a igreja estiver unida num só corpo espiritual, menos probabilidade de doenças haverá no seu seio. Se você possui grande compaixão por aqueles que estão doentes e sofrendo qualquer tipo enfermidades, é possível possuir os dons de curas. O propósito deste dom é para que o povo do Senhor tenha saúde total: corpo, alma e espírito. É importante que você fique sabendo que a enfermidade não provém de Deus e sim de Satanás. (Atos 10:38) Leia Ex. 15:25,26; SL 103:2,3; 105:37; Is. 53:4 e 5; III João 2.

::O DOM DA PROFECIA
Definição: O dom da profecia é o mais importante dos três dons da fala, pois é necessário o dom de variedades de línguas e o dom de interpretação de línguas para igualar-se ao dom da profecia.(I Co.14:5). A profecia é transmitida numa língua conhecida e conforme a Palavra de Deus em I Co. 14:3, tem como propósito edificar, exortar e consolar. Edificar significa construir, erguer com pedras no lugar pré-estabelecido. Exortar significa encorajar, aconselhar e prevenir. Consolar significa confortar com meiguice. Quem profetiza fala em nome de Deus. Paulo aconselha a Igreja de Cristo a buscar o dom da profecia, pois quem profetiza fala o recado de Deus aos homens. Biblicamente sabemos que existe o dom da profecia e o ministério do profeta. Observe que no simples dom da profecia não existe revelação. Aquele que possue o ministério profético vemos com freqüência a revelação ser utilizada, porque existem mais dons envolvidos, como Palavra de sabedoria e Palavra de conhecimento. Conforme vimos acima, esses dons fazem parte dos dons de revelação. Atos 21:8-11 relata um exemplo claro do dom comum da profecia e do ministério profético. As sete filhas de Filipe possuíam o dom da profecia, portanto edificavam, exortavam e consolavam. Nenhuma delas entregou uma mensagem para Paulo do que iria ocorrer em Jerusalém. Para isso Deus enviou Ágabo, homem com ministério profético, possuidor dos dons de revelação para avisar Paulo o que iria acontecer alguns dias futuro. Pegou o cinto de Paulo e amarrou suas próprias mãos e pés, entregando a profecia em seguida: ?Assim os judeus em Jerusalém farão ao dono deste cinto, e o entregarão nas mãos dos gentios? At.21:11. Pregar não é profetizar, embora quem prega também pode ser usado pelo Espírito Santo para profetizar. Precisamos ter cuidado para não abusar deste dom tão importante.

::O DOM DE VARIEDADES DE LINGUAS
Definição: É a expressão vocal ou habilidade dada pelo Espírito Santo para que haja comunicação numa língua desconhecida. É o mais polêmico de todos os nove dons, pois a maioria dos cristãos desconhece que a Bíblia apresenta três categorias de línguas. Em primeiro lugar a Bíblia fala das línguas que todo crente fala quando recebe o Espírito Santo. (At.2:4-6; 10:45 a 47 e 19:6). Depois fala das línguas usadas freqüentemente para a comunhão pessoal com o Criador. (I Co. 14:1 -4 ; Romanos 8:26; Efésios 6:18 e Judas 20). E por último as línguas faladas quando a igreja está reunida para comunicar ao Corpo alguma mensagem por meio da interpretação de línguas, o que chamamos de dom de variedades de línguas. ( I Co. 12:10; 14:5; 21-22). Foi exatamente isso que o Senhor revelou a Paulo para corrigir a Igreja de Corinto. Em Marcos 16:17 o próprio Senhor deixou claro que os salvos falariam novas línguas. O dom de variedade de línguas é para a edificação do Corpo de Cristo, desde que seja interpretada, senão não há mensagem alguma a não ser para quem está falando. Ninguém saberá o que Deus está querendo dizer. Agora, o enchimento do Espírito Santo, que é a primeira língua que Paulo disse que todos deveriam falar, é para edificação individual e não do Corpo de Cristo. O dom de variedades de línguas tem também como propósito ser um sinal ao incrédulo. (I Cor. 14:21-22).Variedades de línguas com interpretação equivalem a profecia. O dom de variedades de línguas não é para todos na igreja, mas o enchimento do Espírito Santo é para todos. (I Co. 14:27,28 ? 14:5).

::O DOM DE INTERPRETAÇÃO DE LINGUAS
Definição: É uma revelação sobrenatural do Espírito Santo dando um significado daquilo que está sendo falado em variedades de línguas. Jamais pode ser uma tradução, pois vemos servos de Deus falando em variedades de línguas alguns minutos e quando a interpretação é feita, somente algumas palavras são ditas, ou vice-e-versa. Veja o exemplo em Daniel 5:25. A mão escreveu na parede: MENE,MENE,TEQUEL E PARSIM. A interpretação foi nove vezes maior. A interpretação de variedades de línguas na nossa vida particular de oração e simplesmente extraordinária. Imagine voce saber o que está orando em línguas, sendo o falar em línguas um mistério com Deus? Não há nenhuma interrupção, não há ninguém entendendo (muito menos os demônios). Tenho certeza que Deus, algumas vezes, quer que saibamos o que estamos orando, pois isso já aconteceu comigo. Você ora em línguas e o Espírito Santo usa você mesmo para interpretar. Esta é a intimidade que Deus quer ter conosco, mas infelizmente o diabo tem mantido muito crente prisioneiro referente a este importante assunto bíblico. Veja o quanto você já perdeu em não falar em línguas. Além do aspecto particular, o Espírito Santo pode levantar você com o dom de interpretação de línguas na igreja, perante o Corpo de Cristo. O Espírito Santo deixou bem claro que tudo seria com decência e ordem. (1 Co. 14:40). Jamais podemos sair da reunião confusos, pois Deus não é Deus de confusão, mas de paz. (I Co. 14:33). Tudo que fazemos para o Senhor é feito para a edificação (I Co. 14:26) e não para a destruição. Quem destrói é o diabo, pois ele veio para matar, roubar e destruir , mas Jesus veio para nos dar vida e vida em abundancia. Procure uma igreja verdadeira onde a Palavra de Deus é ensinada e que o Espírito Santo esteja presente, senão teremos mais uma igreja ?deficiente espiritual?.

Written by :
Pr Lineas Domiciano
 
 

Nossas Atividades

Domingo
19h
Culto/Família
Domingo
19h
Min. Infantil
Quarta
19h
Culto Propósitos
Sexta
19h30
Ensino da Palavra
1º 3º Sáb
20h
Ação Jovem

Último Evento


Casamento Luziana e Fernando
Veja outras Fotos - Clique Aqui

Informativo Mensal

Clique na Imagem para Conferir

Visitas

mod_vvisit_counterHoje2461
mod_vvisit_counterEste Mês76434

Principais Palavras

Igreja da Família | R. João Planincheck, 1150 | Nova Brasília | Jaraguá do Sul - SC | Fone: (47) 3370-2119 | secretariaifamilia@gmail.com